• hAll

Muka. Os queijos vegan que tem mesmo de provar

A comida vegan nunca foi tão desejável. Que o digam Teresa Ferreira e Manuel Cordeiro, que lançaram a Muka, uma alternativa artesanal e vegetal ao queijo.


Depois de quase cinco anos a viver em terras de Sua Majestade, Teresa e Manuel deixaram os empregos e fizeram as malas com o objetivo de cruzar todo o continente americano. Entre viagens de 72 horas à boleia de camiões, a ideia era ir desde a Patagónia ao Alasca, mas a pandemia apanhou-os a meio caminho e veio trocar-lhes as voltas. Confinados em casa, decidiram criar um pequeno laboratório de fermentação e o queijo vegetal surgiu numa das experiências.

Daí até criarem a marca foi um salto. Chamaram-lhe Muka. "Foi uma palavra criada por nós a partir da junção das palavras 'mudança' e 'karu', que significa 'verde' na língua do povo Mapuche, originário do Chile e Argentina, que tem com uma grande ligação à mãe terra e com quem tivemos oportunidade de passar algum tempo durante a nossa viagem", partilha Teresa com a hAll.


Os queijos da Muka são produzidos através de técnicas de queijaria artesanais e milenares, em que os queijos passam por um processo de fermentação, utilizando uma matéria-prima de origem vegetal: frutos secos biológicos. "O nosso foco está em utilizar o mínimo de ingredientes possível nos produtos e deixar que a fermentação e o tempo façam o seu trabalho, sem recurso a aromas, texturizantes, corantes ou conservantes", diz.


A base dos produtos é apenas fruto seco, água, sal e culturas de fermentação. A nível dos ingredientes, utilizam principalmente castanha de caju, do Vietname, e amêndoa portuguesa. "Sempre que possível, usamos produtos de origem local. No caso do caju, tem mesmo de ser importado, mas fazemos um grande esforço para trabalhar com outros ingredientes locais. Em alguns queijos que requerem mais gordura utilizamos óleo de amêndoas doces ao invés de óleo de coco, que normalmente é utilizado em queijos veganos, não só pelo facto de se tratar de uma matéria prima local, mas por ser uma gordura não refinada", explica Teresa.

Mas, afinal, que queijos existem na Muka? Cajuberto (9,50€), Brito (9,90€), Brito Trufa (9,90€), V'eden (9,90€), Cremoso de Trufa e Alho (6€), Cremosos Fumado (6€) e, por vezes, edições especiais. Estão à venda na loja Pistácio, Greenbeans, Mercearia da Mila, Amor a Granel, O Pão Nosso e na Mercearia Poço dos Negros. Além disso, Teresa e Manuel estão todos os sábados, das nove às 13 horas, no Farmers Market, na zona de Santos, em Lisboa.


Se quiser, pode ainda fazer a sua encomenda online. De momento, as entregas abrangem a zona de Lisboa e arredores. Mas "nos próximos meses esperamos alargar a entrega a todo o país", revela a co-fundadora.

E-mail: info@muka.pt

Website: www.muka.pt

Instagram: @muka.vegancheese

Facebook: @muka.vegancheese

Posts recentes

Ver tudo