• hAll

Amêndoa: o fruto seco ao qual deve dar mais atenção

Crua, torrada, salgada e com ou sem pele. A amêndoa vai bem de todas as maneiras e em qualquer altura do ano. Mas porque razão deve inclui-la na sua alimentação?


De acordo com a Direção-Geral da Saúde, "dois punhados de amêndoas com pele e com aproximadamente 28 gramas fornecem para um adulto 14% das necessidades diárias de fibra alimentar", que é uma substância essencial ao bom funcionamento dos intestinos, à prevenção de determinados tipos de cancro e à regulação do colesterol. É também um fruto rico em cálcio e magnésio, dois aliados da saúde dos ossos. Mas há mais.


Benefícios

  • Rica em proteínas, fibra, potássio, zinco, cálcio, magnésio, ferro e fósforo;

  • Contém vitaminas do grupo B, como a riboflavina e o ácido fólico, e vitamina E;

  • Ajuda a reduzir o inchaço;

  • Previve problemas cardiovasculares;

  • É um fruto bastante calórico, devido á sua riqueza em gordura, mas tem um teor relativamente baixo em hidratos de carbono;

  • Controla a pressão alta;

  • Evita contrações antes do tempo na gravidez;

  • Diminui as cãibras;

  • Trata e previne a osteoporose.

Cuidados no consumo

A amêndoa possui um valor calórico elevado, pelo que o seu consumo não deve ser exagerado, sobretudo, por pessoas sedentárias. Deve sempre certificar-se de que têm a casca intacta, isto é, sem roturas, buracos ou bolor. Caso pretenda amêndoas peladas, verifique se não têm restos de pele.


Como conservar

A amêndoa deve ser comprada em pequenas quantidades e conservada a temperatura ambiente num local seco e com pouca luz. No frigorífico deve estar num recipiente fechado hermeticamente. Se forem mantidas no congelador podem ser conservadas por mais de um ano.


Como consumir

A amêndoa é um alimento bastante versátil. Pode ser consumida como snack, merendas escolares, aperitivo, em saladas, sopas, iogurtes, na confeção de molhos, em sobremesas e bolos. Já a amêndoa-amarga é muito usada em licores.