• hAll

As escolhas de... Sara Cecília

Fotografia: Maria Vasconcelos


Atriz e apresentadora de televisão, Sara Cecília nasceu em 1992, em Vila das Aves, Santo Tirso. Depois de uma infância passada no Norte, mudou-se para Lisboa, com a ambição de vingar na área do teatro. Foi durante esse tempo que se deu a sua estreia em televisão. onde se tornaria um fenómeno de popularidade.


Em 2017, ganhou o casting para apresentar o Curto Circuito, na SIC Radical, por onde passaram nomes sonantes como Rui Unas, Fernando Alvim, Bruno Nogueira, Pedro Ribeiro, João Manzarra, Diogo Valsassina, Rui Maria Pêgo, e, entre outros, Maria Botelho Moniz. Apesar do sucesso alcançado, Sara acabaria por trocar as câmaras pelos palcos, fazendo jus à sua formação em Artes do Espetáculo e Interpretação, pela Escola Profissional de Teatro de Cascais. Atualmente, podemos vê-la na peça "A Ratoeira", em cena no Teatro Armando Cortez, em Lisboa.


Veja abaixo as escolhas para a hAll da multifacetada Sara Cecília:


Artista preferido... "Poderia escolher vários e de várias áreas, mas Meryl Streep."

Livro favorito... "Tenho vários, mas destaco os de Gabriel García Márquez."

O filme da sua vida... "Sem dúvida 'A Vida é Bela', de Roberto Benigni."

Última peça de teatro a que assistiu... "Tenho a sorte de assistir à 'Ratoeira' várias noites por semana quando não estou em cena. Mas como espectadora foi 'A Peça que dá para o Torto'."

Série que não perde por nada... "Sou viciada em séries e tenho visto dezenas nestes meses de confinamento. As espanholas, como 'As Telefonistas', 'Vis a Vis' e, entre tantas outras, 'Viver sem Permissão', fascinam-me."

A música que tem ouvido nonstop... "Tenho sempre em loop no Spotify Queen, Lana del Rey e Beyoncé, mas ultimamente, muito influenciada pela Eurovisão, tenho escutado imenso a 'Voilà', da Barbara Pravi, e 'Je me Casse', da Destiny."

Um restaurante a que volta vezes sem conta... "Não há um em específico, mas restaurantes com boas opções vegetarianas, porque sou vegetariana, ou então pizzarias."

Um vinho que aconselha... "Não percebo muito, mas vinho branco é sempre o eleito."

A sua viagem de eleição... "Pegar na mochila e correr o maior número de países possíveis pelo mundo. Infelizmente, nunca saí da Europa, pelo que conhecer outros continentes é um grande objetivo."

O hotel que recomenda... "Qualquer espaço que seja ligado à natureza e dog friendly."

Os tempos livres são para... "Ler, ouvir música, ver séries e filmes, sobretudo nestes meses em que os convívios ficaram de lado."

Começar bem o dia é com... "Café e muito mimo à minha chihuahua."

Uma memória... "Os piqueniques no Norte de Portugal, na zona de Ponte de Lima e arredores, com a minha mãe e os meus avós. É algo que fazemos há muitos anos."

Lema de vida... "Ir atrás dos sonhos, lutar e não desistir."

A vida em pandemia... "Os primeiros meses foram muito difíceis. Estava em digressão com o espetáculo 'Saturday Night Fever' e de repente tudo parou. Todos os trabalhos foram sendo cancelados ou adiados e foi difícil lidar com a ansiedade e o novo mundo em que vivemos. Felizmente com telemóvel e Internet fui aproveitando para fazer masterclasses e aprender línguas, como francês e espanhol. Hoje em dia, já é possível estar em palco e sinto-me muito sortuda e privilegiada."

Posts recentes

Ver tudo