• hAll

Atenção, contribuintes. Prazo para entrega do IRS já está a contar

O prazo legal para a entrega da declaração de Imposto sobre as Pessoas Singulares (IRS), relativa aos rendimentos auferidos em 2020, arrancou no dia 1 de abril, prolongando-se até 30 de junho. Quase dois terços dos contribuintes podem, se assim o quiserem, beneficiar do IRS automático.


Tal como acontece desde 2018, a entrega da declaração do IRS tem de ser feita exclusivamente por via eletrónica. Para submeter a declaração, os contribuintes devem estar na posse de uma senha válida de autenticação, remetida pelas Finanças, que, juntamente com o número de contribuinte, dá acesso à página de entrega do IRS no Portal das Finanças.


Se estiver abrangido pelo IRS automático, o Portal das Finanças exibe uma proposta de liquidação após autenticar-se com a respetiva senha. Com o alargamento do IRS automático a novas tipologias de rendimentos, o universo potencial de agregados familiares que pode este ano beneficiar deste automatismo ascende a 3,5 milhões, de acordo com estimativas indicadas pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, à "Lusa".


Tem dúvidas a preencher a declaração? Para que nada falhe, a Autoridade Tributária e Aduaneira preparou um documento informativo com respostas que poderão ser muitos úteis no processo.


A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) também preparou um guia totalmente gratuito. Para consultar o documento da Deco deve apenas aceder a esta página e registar-se no portal.


Mais de 458 mil contribuintes submeteram esta quinta-feira as declarações de IRS, segundo dados do Ministério das Finanças disponibilizados à "Lusa". Oficialmente, o prazo de entrega arrancou a 1 de abril, mas, tal como em anos anteriores, foi possível fazer simulações no portal e até submeter a declaração em dias anteriores, razão pela qual, até à meia-noite de quarta-feira, o Portal das Finanças registou a submissão de 198.399 declarações. No ano passado, foram entregues cerca de 5,6 milhões de declarações, 523 mil das quais no primeiro dia.