• hAll

Cinco dicas para tratar a celulite

Com o bom tempo a aproximar-se, começamos a estar mais atentas ao nosso corpo e a reparar em alguns pormenores a melhorar, como, por exemplo, a celulite. Se esse é o seu caso, ainda vai bem a tempo.


A Weleda partilha cinco dicas, que aliadas à água, uma boa alimentação e exercício físico, vão ajudá-la a tratar a celulite. Veja abaixo:

  1. Deve ingerir líquidos em quantidade suficiente. Se não beber água suficiente durante o dia, dificilmente as toxinas serão eliminadas e os nutrientes absorvidos. A celulite resulta de uma acumulação inadequada de água e gordura sob a pele, por isso, se não beber líquidos suficientes dificulta a circulação dessa camada e a eliminação dos excessos. Se para si é difícil consumir água diariamente, pode sempre beber tisanas ou sumos naturais sem açúcar. Os chás diuréticos e alguns produtos drenantes, como a seiva de bétula, podem ajudar a drenar a acumulação de resíduos pró-inflamatórios nas células, nomeadamente o excesso de sódio, e restaurar o pH ideal para uma boa hidratação.

  2. Esteja atenta ao que come. A "somos o que comemos" não ganhou fama por acaso. A perda de alguns quilos extra ajuda no combate à celulite, bem como a escolha dos alimentos. Reduza ou elimine alimentos industriais carregados de aditivos que sobrecarregam o organismo e aposte em hortaliças, frutas e proteínas de preferência vegetais, de fácil digestão e assimilação, tais como lentilhas, grão-de-bico e feijões. Alimentos ricos em fibras, como aveia, quinoa e arroz integral, além de ajudarem a manter o corpo sempre em ação, melhoram também o funcionamento do intestino, o que se reflete no combate à celulite.

  3. Expulse as más gorduras do seu dia-a-dia. Alimentos gordurosos e açucarados ativam a inflamação das células gordas e resultam em celulite. Embora nem todas as gorduras sejam más, evite os fritos e opte por consumir boas gorduras como o azeite ou o abacate. Evite as gorduras animais e as gorduras industriais, sobretudo as gorduras trans, e o excesso de gorduras que desequilibram os ácidos gordos ómega 3, 6 e 9, tais como os óleos alimentares de má qualidade.

  4. Pratique exercício físico de forma regular. Os exercícios ajudam a melhorar a circulação e impedem a retenção dos líquidos, tonificando o corpo e reduzindo a celulite. Pode optar por exercícios localizados na zona dos glúteos, por exemplo, ou então por outras atividades como a corrida, caminhada, andar de bicicleta ou mesmo pilates. O importante é manter-se em movimento. Se puder, complemente o exercício com uma boa massagem.

  5. Utilize produtos indicados para a celulite. Aliados a todas as práticas referidas acima, existem produtos capazes de agilizar o processo e potenciar melhores resultados.