• hAll

Desperdício? Caixas de frutas e legumes "feios" já estão à venda em todas as lojas Continente

A caixa de frutas e legumes Zero%Desperdício já está à venda em todas as lojas Continente do país.


Combater o desperdício de mil toneladas de frutas e legumes por ano - o que equivale a 200 mil caixas por ano - é o objetivo deste projeto que arrancou no final de 2019 em algumas lojas Continente e que é agora alargado a todos os espaços Continente, Continente Modelo e Continente Bom Dia, num total de mais de 300 lojas. Desde novembro do ano passado já foram "salvos" mais de 40 mil quilos (kg) de alimentos.


As caixas estão à venda na zona de frescos das lojas Continente. Cada uma é constituída por cinco kg de frutas e legumes, que se aproximam do fim do seu valor comercial, mas "ainda em perfeitas condições para consumo", por 50 cêntimos/kg. Os produtos são "cuidadosamente selecionados pelos colaboradores de loja que 'resgatam' apenas os produtos que continuam a corresponder aos padrões de qualidade e frescura da marca, mas que estão prestes a perder o seu valor comercial por razões estéticas, por exemplo, e estes estão identificados no exterior de cada caixa. Assim, as caixas são colocadas à venda consoante a disponibilidade de stock de cada loja", explica o Continente em comunicado.


Paralelamente, a marca está também a aproveitar o desperdício gerado na produção das maçãs e peras IGP transformando-as em snacks de fruta desidratada. Cada embalagem de 200 gramas está à venda por 69 cêntimos. O mesmo acontece com os sumos naturais, que levam apenas estas frutas espremidas, sem qualquer adição de açúcar ou água. É o caso do sumo 100% maçãs de Alcobaça de 1,5 litros, à venda por 2,99 euros.


Além disso, as lojas Continente doam diariamente excedentes alimentares a instituições de solidariedade social e apoio a animais. Em 2019, foram doados excedentes que corresponderam a 12 milhões de euros, a mais de 1.013 instituições por todo o país.


Outra estratégia de combate ao desperdício alimentar, implementada há mais de uma década nas lojas Continente, são as etiquetas cor-de-rosa, que comunicam uma redução de preço em produtos que se aproximam do fim do prazo de validade.