• hAll

Eis a nova edição do icónico Vinha Maria Teresa

A Quinta do Crasto acaba de lançar uma nova edição do Vinha Maria Teresa, assinalando a conclusão da primeira fase do projeto PatGen Vineyards, um trabalho de mapeamento genético do património de vinhas velhas.


A idade avançada e o estado vulnerável desta vinha velha, que deve o seu nome à neta de Constantino de Almeida, fundador da Quinta do Crasto, serviram de mote para que se iniciasse o projeto PatGen Vineyards (Património Genético das Vinhas), como viria a chamar-se oficialmente. "O desafio foi realizar um rigoroso mapeamento genético de cada videira que está plantada na vinha Maria Teresa, ao longo dos seus 4,7 hectares, com o objetivo de proceder à reposição de videiras mortas por variedades geneticamente idênticas, perpetuando, desta forma, o ADN único deste terroir", afirma Tiago Nogueira, responsável de viticultura da Quinta do Crasto, citado em comunicado de imprensa.


Na mesma nota, Manuel Lobo, enólogo da Quinta do Crasto, sublinha que este projeto "terá um grande impacto na viticultura no Douro uma vez que permite, através da tecnologia que estamos a usar, a tomada de decisões mais fundamentadas em momentos-chave para a vinha, mas também antecipar necessárias intervenções humanas, sempre videira a videira, para garantir o nível de fertilidade da planta e evitar a sua falência".


Um desses exemplos é o Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa 2017, que acaba de ser apresentado ao mercado. Este vinho estagiou durante 20 meses em barricas de carvalho 100% novas, sendo 90% de carvalho francês e 10% de carvalho americano. Tudo isto se traduz "num vinho de cor ruby carregado, que impressiona no nariz pela sua extraordinária complexidade e frescura aromática, destacando-se elegantes notas de esteva, frutos silvestres do Douro e especiaria. Na boca revela-se um vinho muito sedutor, com taninos de textura suave em perfeita harmonia com notas retro nasais que lembram frescos aromas de bosque. Termina de forma muito envolvente, em perfeito equilíbrio e com excelente persistência".


Este vinho já pode ser encontrado principais garrafeiras nacionais, por 200 euros. A distribuição em Portugal é exclusiva da Heritage Wines.