• hAll

Estes brincos são verdadeiras obras de arte com um je(an)ne sais quoi

Fotografia: Flor Matos e Martim Bruschy


Pronuncia-se já-ne, mas escreve-se Jeanne. A sua musa é mãe, avó e bisavó de muitos, aventureira, viajante, ícone de moda para os amigos, mas, acima de tudo, "uma mulher à frente do seu tempo". É sensível e gosta de agradar todos à sua volta, mas também os põe em sentido. Interessa-se por história e é uma jogadora de bridge exímia. Adora Paris, os seus museus, Monet e vin blanc. Tem jeito para cozinhar e para comer chocolates e ovos moles. E nunca recusa uma mariscada. É por estas e outras razões que Joana Sousa Lara trouxe o nome da avó materna, em francês, para a novíssima marca de brincos que acaba de lançar.

Joana, a mentora da ideia, lançou-se no projeto, sem qualquer experiência no ramo, com a intenção de que este se venha a estender à arte no geral. Além de empreendedora, é formada em Psicologia pelo ISPA e tem um Mestrado em Gestão na Católica Lisbon School, onde conheceu a outra metade do negócio: Eduardo Marta, também de 30 anos, um gestor que trabalha em risco de crédito.


A sustentabilidade era inevitável para ambos. "As nossas opções eram cerâmica ou madeira. mas acabámos por escolher a madeira, um pouco inspirados pelo trabalho dos meus cunhados na Oficina Pisco e por ser um material mais leve e resistente", explica Joana à hAll, acrescentando que o packaging, feito com tecidos reciclados, está a cargo da portuguesa Life is a Mesh. A ideia foi evoluíndo até que se aperceberam que, mais do que criar uma marca de brincos, queriam apoiar a promoção de artistas freelancer, sobretudo de tela. O único requisito é que as peças tenham cor.


A dupla começou pelos brincos, apostando em formas irregulares, pinturas marcantes e cores garridas. A primeira coleção da marca, lançada a 15 de junho, integra 21 pares diferentes, produzidos à mão, desenhados e pintados por Sofia Alves, a primeira artista convidada. Cada par custa 39,90 euros e pode ser encomendado através das redes sociais da Jeanne. A loja online está para breve.


A próxima coleção, ainda no segredo dos deuses, deverá ser conhecida em julho. "Posso dizer que existem uns brincos em forma de cobra com uma pintura com flamingos", conta Joana, deixando no ar a ideia de que, "um dia, além de brincos, poderão sair outros produtos".


Quanto ao futuro, espera-se expansionista. Joana diz à hAll que pretendem fechar parcerias com "artistas já mais conhecidos", incluindo de arte urbana, o que "eventualmente pode implicar um aumento no preço". Há ainda "a hipótese de termos um artista residente que vá sempre criando peças, a par das coleções em parceria". E não é tudo. A promoção internacional dos artistas também está nos planos.


Percorra a fotogaleria abaixo para conhecer melhor o trabalho desenvolvido na Jeanne:

E-mail: jeannept.brand@gmail.com

Instagram: @jeanne_pt

Facebook: @Jeanne.pt